sábado, 30 de julho de 2011

Vida é movimento


Dizem que a tristeza é inspiradora e de fato é... Com ela nós percebemos o quanto as alegrias são importantes, mas a dor tem seu propósito, pois com ela vem a vontade de mudar, de fazer algo diferente, pois só momentos de alegria nos trazem certo comodismo... Aprendi isso vivendo, errando e errando muito. Na natureza humana tudo é movimento, pois não nascemos para permanecermos parados, estáticos e sim para nos movimentarmos. Então está esperando o que? 
SE MOVIMENTE.

O hábito de reclamar de tudo é uma doença contagiosa


ॐ Estamos diante da geração mais triste porque não damos valor as coisas simples...
Perdendo gestos que aparentemente podem ser simplistas e banais, mas que são gratificantes e engrandecedores! Que tal hoje abraçarmos mais, observarmos mais,nos doarmos mais ao invés de só reclamar e desejar o impossível. Vamos colocar os pés no chão e traçarmos metas através dos nossos sonhos. Um dia iluminado a todos!


sexta-feira, 29 de julho de 2011

Certeza(s)


Eu sei que sou.
Sei que posso.
Acredito.
Medito.
Logo sou o que acredito que posso ser.


10 faz diferença?


Não me recordo quando foi a última vez
Que me senti assim... mas faz tempo!
Não me sinto triste, nem alegre... mas sinto uma paz,
Uma vontade que a muito não sentia...
Vontade de escrever, vontade de viver...
Tentar, recomeçar, cair, elevar, errar, acertar
O vento sopra diferente agora...
E o rouxinol soa com seu canto em meus ouvidos...
Ele traz lembranças boas de um tempo já passado
Ele traz notícias e canta com sua melodia,
Que não é tarde, nem é dia...
É o momento exato...
O agora é o tempo certo para RE.começar.
O colorido das casas e o vazio das ruas me trazem a tona tantos momentos esquecidos nos contratempos da vida, mas que agora me recordo perfeitamente
Já não tenho mais 15uinze anos e nem 25
E como o “dez” faz a diferença,
Mas há coisas que nunca mudam...
Vontade de escrever e ser Feliz
Apenas viver.




Um dia desses...

Daqui a uns dias não mais estarei aqui.
Não verei mais esta tão grande castanhola,
Nem verei mais os rostos conhecidos de agora...
Não andarei mais por esta rua que durante anos vigiou minhas idas e vindas...
Não contarei mais as telhas que caíram de tão velhas,
Nem verei mais os gatos da rua e isto inclui a Clarinha
Não conversarei mais com ninguém nesta calçada que 
durante anos foi sinônimo de implicância...
Não verei mais as folhas caírem, 
nem ouvirei mais os pássaros cantarem...
Não pegarei mais ônibus, pois para onde vou não preciso mais disso.
Não poderei mais dividir meus segredos com ninguém
Nem mesmo poderei rir mais com meus primos
Para onde eu vou um dia desses, numa manhã qualquer
Não precisarei de nada
Só levarei meu espírito
E ele se elevará tão alto que tudo que possa ser terreno 
ficará para traz
Mas carregarei comigo os risos compartilhados, as alegrias vividas
Para onde vou a qualquer momento de um dia qualquer 
será o dia do meu nascimento...


Será que para onde eu vou terá música?
Só peço que deixem-na soar sempre.
A música acalma, inspira a bons pensamentos e faz voar bem alto... 
Tão alto que nem os pássaros alcançarão tamanho vôo.
Se não puder ser reggae...
Que seja o barulho do mar, o balançar das árvores, 
o cantar dos pássaros.
A natureza tem seu canto e seus encantos, 
Mas poucos ouvidos estão apurados à ouvi-la!


O ser 10.humano


Gente é um ser intrigante...

Quando paro para pensar em gente me sinto indigente e por vezes indiferente

Gente que rir da dor alheia,

 Gente que mente,

Gente que não sente...

Gente que julga,

Gente que mata...

Gente que cospe na cara.

Será que é bom ser gente?

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Aos meus amigos e amigos dos meus amigos!


Quantos amigos você tem? Quantos amigos pode chamar de seu?
Quantas pessoas você divide um abraço, uma palavra de conforto, um sorriso...
Quantas pessoas você lembrou de agradecer por existir?
 Lembrou de ligar, mandar uma mensagem
Dizer que sentia saudades, que era importante...
Quantas pessoas você carrega consigo aonde vai?
Quantos amores cabem em ti e quantos ainda caberão?
Amigos vão além das expectativas, eles superam a si mesmos a todo instante
Há amigos que dividimos um pôr do sol, uma pizza,um segredo...
Há os que você mais fala do que escuta, há os que você mais escuta do que fala...
Há aqueles que gostam de reggae, rock e blues...
Os mais quietos e os mais agitados,
Os tresloucados e os moderados.
Os mais felizes e os problemáticos...
Os que choram por tudo e os que riem do nada...
Somos um pouco do todo e carregamos um pouco de tudo...
Um feliz dia meus amigos!

terça-feira, 19 de julho de 2011

Não Oscila Camila


Das profundezas do infinito sem limites,
Muita angústia e desespero.
Um desejo ardente causado pela incerteza
Trazem-me a liberdade.
A liberdade que continha-se dentro de uma caixa imersa
Em meu sangue voraz, que devora e não se farta,
Que destrói e continua intacto,
Suicida-se e continua a existir...
A invisibilidade agora é minha parceira...
Passo por entre os corpos IN.violáveis e percebo que são privilegiados.
Passo por entre os corpos depravados e sinto-me constrangida.
Esse desejo que arde continuamente,
Agora é escravo das minhas filosofias,
E estão sujeito as minhas fantasias...
Agora
Vivo serena e indiferente aos preconceitos
Sempre a procura da verdade...
Que para uns é insípida
Para outros é a grande cópia de conhecimentos
Ter a estas como aliadas,
Torna-me uma profunda conhecedora da sabedoria indestrutível
Que nos torna tão fortes e capazes
De ser o que somos.

Enredos do entardecer!


Não é mágoa, nem sofrimento... 
É vontade de ver e viver coisas novas
É vontade de apostar no incerto e ver no que vai dar.
Quando falas que estou fechada aí reside o engano, 
pois me abri para vida quando me fechei para você!
Inevitavelmente quando escolhemos uma coisa, estamos abrindo mão de tantas outras...
E como descobrir o que era melhor? 
Como descobrir se estamos certos?
 
Clichê mas é verdade: Tentando, errando, aprendendo, se escondendo, esquivando, enfrentando, mas nunca desistindo!