quarta-feira, 21 de setembro de 2011


Antes de dormir

Quero dar um até logo e dizer 

que não pretendo que seja a última 
vez

Mas tão certa é a incerteza que nos faz crer que tudo está certo.

Confuso?

Equivocada é a vida que nos tira alguém antes da partida.

Despedir? Não deve.

Abraçar? Não pode.

Lamentar? Sobra.

Saudades? Sempre.

Não deixemos para depois uma palavra sincera, um abraço apertado, 
aquele sorriso largo na ânsia de fazer coisas num amanhã que poderá não ser seu ou não ter mais aquele alguém no seu amanhã.



3 comentários:

  1. Escrevo com o coração na ponta dos dedos, sentindo e me colocando no lugar daqueles que ficam e sentem a dor da ausência, da perda. Uns que já perderam em vida e só sentiram a ausência com a morte. Hoje mais um homem se foi pela impunidade de tantos outros, pelo descaso de mais uns outros tantos. E perderemos ainda mais... Clamamos por algo que é nosso por direito: SEGURANÇA!
    Quero um dia andar nas ruas despreocupada, em paz. Esperar pelos que não chegaram confiante de que irão de fato voltar!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Parabens pelo seu blog, nele existem sentimentos fortes e uma pitada de realidade social. Parabens e sempre estarei seguindo seu blog.

    bjaoo camilia oliveira

    do seu amor felipe maia

    ResponderExcluir