quinta-feira, 3 de maio de 2012

Alarme falso


O amor pede urgência,
É uma emergência.
Ele pede chama.
Ele te chama, mas você nem vem.

Ele é ousado, não quer nenhum trocado, nenhum vintém.
Quando digo:
- De hoje você não passa.
Ele abre uma gargalhada e diz:
-Já já terei o que preciso... de um bom abrigo e olhe meu amigo não precisa mais nem se preocupar comigo, porque sei que sua intenção é nobre, mas este coração não é pobre e guarda a certeza de um abraço quentinho onde me cabe inteirinho. Não sofro em esperar, sofreria em saber que não existiria no mundo alguém que pudesse esquentar, nem me acalentar. Eu sei que  posso crer... existe alguém como eu ou você.
- Mas meu coração amigo, às vezes me falta certeza. Me sinto tão sozinho que chega bate a tristeza. Será que existe alguém assim que possa nadar contra essa correnteza.
- “Ora”, não seja assim tão pessimista, se não acreditas no amor então o que fazes da vida? Uma vida sem amor de nada adiantaria, veja aquelas pessoas que carregam o rei na barriga. Se acham superiores, mas vivem sem fé na vida. Pensa que ter é importante, mas mais importante é ser alguém na vida!
- E você que tanto pediu urgência, emergência, cadê tua chama?
- Ascendeu.
Acendeu?
- Como por encantamento, você ascendeu a minha chama. E me fez perceber que ela estava comigo desde o princípio e nunca me abandona.

Eu sempre serei a minha melhor chama.



                                                         Fotógrafo: Joe Lima 

Nenhum comentário:

Postar um comentário